BASF

Análise do uso de defensivos agrícolas e fertilizantes na cana


Força (Strenght): Uso baixo se comparado a outras culturas

O consumo de inseticidas, fungicidas, acaricidas e outros defensivos na cultura da cana-de-açúcar no Brasil é inferior ao das culturas de citros, milho, café e soja.

Uso controlado de vinhoto (fertirrigação) reduz o uso de fertilizantes inorgânicos na lavoura.

Fragilidade (Weakness): Contaminação de aquíferos

O uso de herbicidas, pesticidas e adubos minerais podem acarretar a contaminação dos aquíferos, que são reservas subterrâneas de água doce.

O vinhoto é o efluente líquido da indústria sucroalcooleira com maior carga poluidora, sendo altamente nocivo à fauna, flora, microfauna e microflora das águas doces (Da SILVA et al., 2007).

Outro aspecto refere-se às plantas daninhas, que pode gerar grandes perdas na cultura da cana-de-açúcar, com quedas de produtividade variando de 10% a mais de 80% (JUNIOR, 2005).

Oportunidade (Opportunity): Plantio direto

A prática do plantio direto e o uso de ETC’s permitiriam a redução do uso de defensivos agrícolas e fertilizantes inorgânicos.

O maior uso e estudo de controles biológicos de pragas e ervas daninhas, assim como novas variedades resistentes a elas também reduziriam a necessidade de defensivos agrícolas.

A agricultura de precisão é uma outra prática que facilita o processo de gestão ambiental, evitando o desperdício de insumos.

Ameaça (Threat): Expansão da produção

A expansão da produção de etanol poderá, se alternativas e soluções não forem aplicadas, provocar o aumento do uso de herbicidas, pesticidas e adubos minerais.

O interesse em novas tecnologias baseadas no uso de modificações genéticas nas plantas para adicionar resistência a pragas ou características de pesticidas é cada vez maior. No entanto, há também o potencial para problemas como a difusão de genes, impactos adversos em organismos não visados e a possibilidade de contaminação de alimentos, entre outros.

Obs.: SWOT é a sigla para quatro grupos de caracterizações que se busca ao analisar um problema ou situação. Em inglês: Strength, Weakness, Opportunities e Threats.